Vamos inovar os métodos de ensino para despertar o interesse nos alunos

Professores novatos e os de longa estrada encontrarão preciosas dicas de ensino para melhorar a qualidade das aulas e a participação dos alunos, transformando-os em questionadores e formadores de opinião.

O objetivo é trocar experiências, conteúdos, críticas e sugestões, de modo que os profissionais de ensino fiquem por dentro de como se inicia uma aula incentivadora, sem dar espaço a métodos ultrapassados

"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você!" (Paulo Freire)
A informação é a melhor arma que enriquece o conhecimento
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Matemática

Para quem leciona Matemática, eis a lista abaixo dos assuntos já publicados:

1 - Como se inicia a primeira aula de matemática para o ensino médio e universidade. Assunto: Extração de raiz quadrada imperfeita (http://espadoca.blogspot.com.br/2016/10/como-se-inicia-uma-aula-de-matematica.html)

2 - Como iniciar aula de Matemática no primeiro dia do ano letivo
(http://espadoca.blogspot.com.br/2017/02/como-iniciar-matematica-no-primeiro-dia.html)
Leia o texto completo

Iniciar a primeira aula de matemática para o ensino médio e universidade

A extração de raiz quadrada imperfeita é novidade para alunos do ensino fundamental. Por isso, essa videoaula sugestiva é uma revisão como primeira aula do ano letivo somente para o ensino médio e universidade. Em relação ao fundamental, o ideal é elaborar uma outra introdução mais apropriada.

Inúmeras desculpas não faltam para causarem desinteresse na aprendizagem, principalmente em disciplinas na área de ciências exatas (Matemática, Física e Química) em que o estudante precisa lidar com princípios e fórmulas e que, para isso, é necessário treino constante em variados problemas numéricos, dos mais simples aos mais complexos, com a finalidade de desenvolver o raciocínio.

Aqui no Brasil, por mais que haja esforços de especialistas na área da educação, não há um interesse transparente de promover reais melhorias na qualidade do ensino. Palestras e mais palestras são frequentes para que soluções sejam encontradas. As leis educacionais sofrem mudanças periodicamente, mas o resultado talvez de grande eficácia (se é que exista) insiste em não sair do abismo.

A questão nunca se cala: O que fazer para despertar o interesse do aluno que teima em achar que a matemática é um tal bicho-de-sete-cabeças? Esse ser mitológico, na mente dos que inventam desculpas sem sentido para não querer aprender, vai sempre se hospedar no mundo dos números.

Qual a solução? A resposta está na introdução motivacional. Embora não seja considerada a melhor fórmula mágica, esse tipo de iniciativa pode ser uma das saídas para chamar mais a atenção do estudante, seja de escola seja de universidade.

Sem mais delongas, vamos assistir ao vídeo?


Leia o texto completo
 
Espaço Docente Aprendiz | by TNB ©2010