Vamos inovar os métodos de ensino para despertar o interesse nos alunos

Professores novatos e os de longa estrada encontrarão preciosas dicas de ensino para melhorar a qualidade das aulas e a participação dos alunos, transformando-os em questionadores e formadores de opinião.

O objetivo é trocar experiências, conteúdos, críticas e sugestões, de modo que os profissionais de ensino fiquem por dentro de como se inicia uma aula incentivadora, sem dar espaço a métodos ultrapassados

"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você!" (Paulo Freire)

Como funciona

quarta-feira, 2 de março de 2011

mãos



I - Introdução

Antes de mostrar como funciona, deixo bem claro que o Espadoca - Espaço Docente Aprendiz não configura nenhum tipo de curso ou manual que ensina o professor a ensinar, pois os procedimentos de planejar as aulas e pô-las em prática variam consideravelmente de acordo com a vivência em situações variadas. São apenas sugestões que julgo serem motivadoras que façam a classe se interessar pelo assunto abordado e ajudem a diminuir a menor margem possível de dúvida que possa surgir, após o encerramento da aula. Mesmo o melhor dos professores precisa estar sempre se reciclando.

Por incrível que pareça, as estratégias de motivação nascem das próprias manifestações dos estudantes que não têm medo e vergonha de perguntar. Se houver silêncio total, podem ocorrer duas coisas: ou a turma não está entendendo a aula, ou a explicação está ótima a ponto de não gerar questionamentos por, pelo menos, um estudante.

O melhor instrumento de trabalho do professor é, sem dúvida, o próprio aluno. É ele que nos incentiva a reciclar sempre. Em seguida, vêm os livros que reforçam o aprendizado, através de leituras e exercícios para revisão.

II - Como iniciar a aula

A Língua Portuguesa é a disciplina presente em quase todos os concursos. Ela é de grande peso nas avaliações: pode agir em processos classificatórios ou eliminatórios.

Não podia ser diferente, pois os concursos que envolvem redação, por exemplo, não perdoam o menor erro de ortografia e regras gramaticais.

Por isso, ela merece respeito por todos e usarei o assunto SINÔNIMOS que servirá de modelo para dar uma ideia de como funciona o MÉTODO ESPADOCA.

Para ficar sempre por dentro, visite o blog de vez em quando, ou cadastre seu e-mail para receber as notícias.

Portanto, vamos começar?

A pergunta é: Como iniciar uma aula sobre SINÔNIMOS?

As estratégias de motivação são feitas em 3 etapas:
- com questões de impacto e, em seguida, a explicação;
- recursos visuais: cartazes e vídeos;
- interpretação de textos, seguido de debate.

1) Questões de impacto

a) Não comece de cara a definir SINÔNIMOS. Primeiro, desperte a curiosidade dos alunos, levantando para eles as seguintes questões de impacto:

Por que devo usar sinônimos?
O que eles têm de utilidade na minha vida?
Alguém sabe me dizer as razões?
Onde posso aplicá-los?

Repare que são exatamente estas mesmas interrogações que eles fariam em sala em papos informais. O efeito inverso realizado pelo professor pode mexer no comportamento deles e, assim, ficarão mais atentos.

b) Aguarde as respostas de alguns deles. E se houver, anote no quadro as sugestões que eles acharem ser corretas. O aluno gosta muito de ser ouvido, não importa o grau de interesse dele. O uso da motivação pode transformar uma turma. Por isso, tenha cuidado. Se não usar a motivação, a turma detectará até a menor de todas as falhas de um professor.

c) Em seguida, independente das respostas sugeridas, inicie SINÔNIMOS da seguinte forma:

c.1) Escreva na lousa, ou no quadro branco, estes pares de frases (note que em nenhum momento ainda foi apresentada a definição de SINÔNIMOS):

I)
Você já vacinou seu cão?
Você já vacinou seu cachorro?

II)
Vá à lanchonete e peça um cachorro-quente.
Vá à lanchonete e peça um cão-quente.

1) Em qual dos pares de frases a palavra cachorro não pode ser trocada por cão?
2) Levante hipóteses: por que isso teria ocorrido? (aguarde a resposta da turma)

Passados alguns segundos, a explicação pode ser assim: que as palavras cão e cachorro podem ser substituídas uma pela outra, o que não ocorre no caso de palavras compostas, como cão-quente. Às vezes, as palavras unindo-se a outras, formam expressões com sentidos completamente diferentes: como cachorro-quente se refere à pão com linguiça, ou com salsicha, e não a um animal, se houver a troca por cão-quente, a nossa imaginação será atribuída a um ser canino saído do forno ou de uma churrasqueira. Se insistisse nessa imaginação, você estaria associando as duas palavras compostas a um cachorro saindo da panela.

Porém, atente a este par de frases:
Já partiu um carro agora com um homem e uma mulher.
Já partiu um carro agora com duas pessoas.

A expressão um homem e uma mulher pode ser substituída por duas pessoas, mas o contrário nem sempre é possível.

Finalmente, a definição:
SINÔNIMOS são palavras de sentidos idênticos ou aproximados, que podem ser substiuídas uma pela outra em diferentes contextos.

Embora normalmente se fale de palavras sinônimas, também existem frases sinônimas. Veja:
Joana é a mulher de Marcelo.
Marcelo é o marido de Joana.

O objetivo será mais alcançado se houver uma aplicação de SINÔNIMOS nos verbos defectivos, por exemplo.

É interessante observar que alguns verbos como abolir, colorir, demolir, explodir, extorquir, latir, etc não apresentam conjugações completas. Sãos assim chamados verbos defectivos.

Você diz EU ABULO ou EU ABOLO?
Ou então, EU EXPLODO, EU EXTORCO, EU COLORO, EU LATO, EU DEMULO?

A frase "É necessário que se demula ou demola a parede" não soa muito bem.
A solução é buscar um verbo sinônimo: "É necessário que se destrua (ou derrube) a parede."

2) Recursos visuais

A internet construiu tantas portas que nos levam a diversas ferramentas super úteis para melhorar a qualidade das aulas e associados a recursos como data show e, assim, o aprendizado é garantido.

- Para quem gosta de trabalhar com projetores, um joguinho sobre sinônimos pode ser baixado através do link
http://websmed.portoalegre.rs.gov.br/smed/inclusaodigital/atividades_educativas/sinonimos.htm

- Cartazes também são bem sugestivos para acompanhar a explicação e prendem a atenção da turma porque a parte visual ajuda a assimilar mais ainda o conteúdo.


3) Interpretação de texto

Pesquisei o site do NOVA ESCOLA e descobri dois textos de interpretação (Brincadeira acessível e Memórias de um Sargento de Milícias) que exploram SINÔNIMOS.

Para adquirir os 2 textos, acesse o link
http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/gramatica-textos-8o-ano-sinonimos-hiperonimos-hiponimos-603871.shtml e, se quiser, imprima-os para serem trabalhados com os alunos.

Até aqui foi apenas uma demonstração do uso do método e será aplicado nos demais assuntos pertencentes a cada disciplina.

0 comentários:

Postar um comentário

Para o espaço estar a todo vapor, vai depender da participação de cada professor, através de debates, para saber se o nosso trabalho está sendo de grande utilidade. Lembre-se, Mestre: O blog é seu também.

 
Espaço Docente Aprendiz | by TNB ©2010